06 setembro 2018 • Instituto Aurora

O Caminho De Casa

Hoje nossa dica chega quinta-feira porque amanhã (07) é feriado e queremos te sugerir uma leitura que já pode começar a ser feita nesta sexta de descanso. Que tal?

A dica é da Andrea Mayumi, jornalista e responsável pelo relacionamento com os voluntários do Instituto Aurora. Olha só a sugestão que ela apresenta desta vez!

“Em ‘O Caminho de Casa’, de Yaa Gyasi, é apresentada a história de duas irmãs que não se conhecem. Uma é vendida como escrava e vai parar nos Estados Unidos. A outra fica em Gana e se casa com um homem branco. A partir daí, acompanhamos a trajetória de cada geração de filhos, até os dias atuais.

O livro fala de escravidão, segregação, racismo e outros assuntos correlatos. Atualmente, estou lendo ‘Mulheres, Raça e Classe’, de Angela Davis, que traça um panorama histórico e faz uma análise interseccional dessas questões. Ao conhecer melhor o contexto em que as pessoas negras dos Estados Unidos estiveram inseridas ao longo dos anos, eu vejo como Yaa Gyasi conseguiu abordar, por meio da literatura, aspectos históricos muito relevantes. No período pós-emancipação, por exemplo, não era incomum que negros fossem presos arbitrariamente e enviados para fazer trabalhos forçados em lugares como minas de carvão. Um dos personagens de ‘O Caminho de Casa’ passa, justamente, por essa situação e sua história, ainda que ficcional, exemplifica muito bem algo que ocorreu com várias pessoas no período.

Yaa Gyasi também traz reflexões importantes por meio das falas de personagens. Deixo aqui uma que me tocou profundamente, quando pensamos em questões de educação e minorias: ‘Nós acreditamos na história de quem detém o poder. É ele que acaba escrevendo a história. Por isso, quando se estuda História, é preciso sempre fazer perguntas. Que História não está sendo contada? De quem é a voz que foi reprimida para que essa voz pudesse se fazer ouvir?’. Algo em que, realmente, precisamos pensar”, diz Mayumi.

A sugestão no Instagram pode ser vista aqui.

Gostou desse conteúdo?

Assine a nossa newsletter e receba notícias do Instituto Aurora em seu e-mail.