25 janeiro 2019 • Instituto Aurora

Feminismo em comum

A violência contra a mulher ainda é uma realidade em nosso país. Todos os dias, mulheres sofrem algum tipo de efeito do patriarcalismo e do machismo, ainda tão presentes e enraizados em nossa sociedade.
Nossa indicação de hoje, busca estimular a reflexão sobre as razões para essa situação ainda ser presente em nosso dia a dia. Também indica caminhos para a construção de novas realidades baseadas na informação e na promoção da igualdade.

O livro “Feminismo em comum”, da filósofa Márcia Tiburi nos convida a entender o que, de fato, é a causa feminista. Uma proposta que defende a igualdade de gênero, o respeito, a valorização e a liberdade de as mulheres serem o que quiserem. E de serem reconhecidas, respeitadas, dignas de voz e de direitos.
De tão curioso e instigante, o livro pode ser lido em um dia ou fim de semana, então, fica aqui a nossa dica de leitura para os próximos dias.

Não é de hoje que o conceito de “feminismo” vem sendo distorcido ou condenado. A busca por informação criteriosa e de qualidade, no entanto, nos capacita a questionar definições incorretas que busquem fragilizar uma luta que advoga por uma causa mais que legítima: estimular as mulheres a questionar os jogos de poder que envolvem suas próprias vidas.

 

A sugestão no Instagram pode ser vista aqui.

Gostou desse conteúdo?

Assine a nossa newsletter e receba notícias do Instituto Aurora em seu e-mail.