08 março 2019 • Instituto Aurora

#AuroraSugere – Especial Dia Internacional da Mulher

Nosso Aurora Sugere de hoje (08), Dia Internacional da Mulher, está especial!

Ao invés de uma dica semanal, decidimos dar quatro! E todas relacionadas ao feminino.

São sugestões de uma animação, um filme e dois livros que, para a nossa equipe, têm muito valor e precisam ser conhecidos ou revisitados por você.

Confira a seguir!

 

 

The Breadwinner (Animação)

Pode se preparar para fazer diversas anotações no seu caderno quando esta animação chegar ao fim. Além de muito bem produzida e com uma estética envolvente, The Breadwinner apresenta reflexões necessárias e urgentes.

A animação retrata o Afeganistão dominado pelo Taliban, pela perspectiva de uma menina de 11 anos, Parvana. Diante disso, discute sobre a opressão que mulheres sofrem, motivada por uma fé radical, assim como questiona o que é ser mulher em um contexto em que parece que – para existir – é preciso ser homem. The Breadwinner não deixa de fora questões relacionadas à liberdade de expressão e aos direitos da infância.

Parvana é uma guerreira e sua presença nos pergunta: até onde iríamos para continuarmos afirmando nossa existência no mundo?

 

The Lady (Filme)

A busca pela democracia como o propósito de vida de uma mulher é o centro deste filme biográfico, que revela a história de Aung San Suu Kyi, uma renomada figura política de Myanmar (antiga Birmânia). Esse país, localizado na Ásia, esteve sob o domínio britânico até 1948 e, poucos anos depois, em 1962, sofreu um golpe de Estado e viveu sob uma ditadura militar até 2010.

Aung San Suu Kyi foi a líder do partido que iniciou a luta pelo retorno da democracia, em meio ao período ditatorial. Mas, em 1989 foi presa em sua própria residência. Ela permaneceu como presa política até o ano de 2010, quando ocorreram as primeiras eleições em 48 anos.

 

The Lady nos mostra a força da luta sem violência pela garantia de direitos de uma nação, mesmo em meio a tanta brutalidade. Aung San Suu Kyi compartilha conosco sobre liderança e diplomacia, pela perspectiva de uma mulher em um contexto dominado por violações de direitos humanos, incluindo os direitos das mulheres. Aung San Suu Kyi nos ensina sobre resiliência e resistência, sem perder a esperança por dias justos socialmente. Aung San Suu Kyi ganhou o Prêmio Nobel em 1991.

 

 

Bordados (Livro)

No livro “Bordados”, Marjane Satrapi nos apresenta um ritual comum na casa de sua avó: após o almoço, os homens faziam a “sesta” e as mulheres lavavam a louça. Depois, servidas de chá, começavam a contar histórias e trocar confidências. O “bordado” iraniano sendo o equivalente ao “tricô” brasileiro. Embora o termo também sirva para designar a cirurgia de reconstituição do hímen – e esse significado é apresentado em uma das histórias contadas no livro.

Mergulhamos na intimidade dessas mulheres que contam, sem pudores, detalhes de sua vida amorosa e sentimental. Acompanhamos as opressões sociais da sociedade iraniana e diversas desventuras vividas com vários tipos de homens. Essas mulheres mostram grande criatividade e companheirismo para lidar com situações adversas.

Apesar das diferenças culturais entre o Brasil e Irã, é possível nos identificarmos no livro com as histórias, o clima de confidências e a intimidade daquelas mulheres.

 

 

Becoming (Livro)

Becoming”, ou ‘Minha história, em português, é o livro de memórias da ex-primeira dama, Michelle Obama. Na obra, ela conta sobre as dificuldades da sua infância em Chicago, seus conflitos como mãe e profissional, seus dias na Casa Branca e sua vontade de fazer mais por mulheres e crianças do mundo todo. Uma leitura leve e inspiradora que traz muitas camadas em suas páginas. “Sou uma pessoa comum que se viu numa jornada extraordinária. Ao contar minha história, espero abrir espaço para mais histórias e mais vozes, ampliar o caminho para as pessoas e as causas que pertencem a esse lugar”, diz ela. Com o livro, é isso o que ela faz!

Gostou desse conteúdo?

Assine a nossa newsletter e receba notícias do Instituto Aurora em seu e-mail.